STF concede prisão domiciliar a Paulo Maluf


O Supremo Tribunal Federal concedeu na tarde desta quarta-feira (28) a prisão domiciliar ao deputado afastado Paulo Maluf (PP-SP), em decisão concedida pelo ministro Dias Toffoli. A decisão ocorreu após o parlamentar ser internado em um hospital particular da Asa Sul, em Brasília, por volta da meia-noite.

De acordo com o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, o pepista, de 86 anos, “teve uma complicação séria no seu quadro de saúde nesta madrugada e foi internado às pressas”. Maluf cumpre pena de sete anos, nove meses e dez dias por desvio de dinheiro da Prefeitura de São Paulo na década de 1990. A sentença chega 11 anos depois de oferecida a denúncia.

Por Redação GN | Fonte: Metro
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: