Funcionários dos Correios entram em greve


Os funcionários dos Correios vão entrar em greve por tempo indeterminado a partir das 22h de hoje, de acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

Segundo os trabalhadores, entre outros motivos, a paralisação das atividades é em protesto a mudança no plano de saúde dos funcionários, que estará em julgamento no Tribunal Superior do Trabalho (TST) hoje. A alteração vai retirar pais, filhos e cônjuges do plano. Além disso, o benefício poderá ser reajustado conforme a idade, chegando a mensalidades acima de R$ 900.

Outras reivindicações são as alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS); a terceirização na área de tratamento; a privatização da estatal; suspensão das férias dos trabalhadores; extinção do diferencial de mercado; descumprimento da cláusula 28 do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que trata da assistência médica da categoria, e contra a redução do salário da área administrativa. Além disso, eles também pedem a contratação de novos funcionários via concurso público, a segurança nos Correios e o fim dos planos de demissão.

A Fentect afirma ainda que a estatal vai fechar 2.500 agências próprias. “Todo o desmonte promovido pela gestão dos Correios tende a prejudicar ainda mais os serviços à população”, afirmam.

Por Redação GN | Fonte: Metro1
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: