Doze pessoas são presas e 22 aves apreendidas em Salvador


A Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) prendeu, na manhã desta quarta-feira (28/3), 12 homens em flagrante, acusados de manter animais silvestres em cativeiro. Durante a operação realizada no bairro do Cabula, foram apreendidas 22 aves da raça sphorophila nigricollis, conhecida popularmente como ‘papa-capim’.

A ação aconteceu após coletas de informações do Setor de Inteligência da companhia, com o objetivo de evitar torneios ilegais de animais. “Nossa intenção é reprimir este tipo de crime e ajudar na preservação da natureza”, disse o subcomandante da Coppa, capitão PM Carlos Vinícius de Almeida Campos.

As aves foram levadas para o Zoológico de Salvador e os criminosos encaminhados para 11ª Delegacia Territorial (Tancredo Neves), onde foram lavrados os Termos Circunstanciados de Ocorrência pela posse de animais silvestres sem autorização.

Por Redação GN | Fonte: Aratu Online
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: