Com salários atrasados funcionários da limpeza param as atividades em protesto em São Gonçalo


Funcionários da prefeitura de São Gonçalo dos Campos, que trabalham na coleta de lixo, cruzaram os braços na manhã desta sexta-feira (12) em protesto ao atraso salarial. De acordo com alguns efetivos (concursados) o prefeito Carlos Germano sinalizou que o pagamento de dezembro seria feito no quinto dia útil, dia 6 deste mês, e hoje já se soma 4 dias de atraso. Também conversamos com funcionários contratados, que disseram estar com dois meses de pagamento atrasados.

Nesta manhã, os carros compactadores e caçambas foram estacionados na frente da garagem da prefeitura e nenhuma coleta está sendo realizada.


Quinta-feira (11) o assessor direto do prefeito, "Luciano Brasil", informou ao portal SGAGORA, que, houve um bloqueio dia (10) e, a Controladora da prefeitura, Theófila mais o Secretário de Finanças, Hermano Araújo foram até a Receita Federal e verificaram que o bloqueio foi indevido. De acordo com o assessor, o INSS ainda não tinha dado baixa no pagamento da parcela desse mês, do parcelamento da dívida com o INSS, e por isso houve o bloqueio automático no valor de R$ 200 mil. Ainda de acordo com o assessor, os representantes da prefeitura provaram que a parcela já foi paga, e o auditor fiscal já informou que irá fazer o desbloqueio do valor, sem precisar de ação judicial. Desde já, será efetuado o pagamento da folha, finalizou o assessor. Não foi repassado o valor dessa verba e qual área destinada.

O prefeito esteve no local e tentou conversar com a categoria. Mas de acordo com um funcionário por nome Bel, o gestor não teve sucesso pois "chamou a polícia, disse que também iria chamar a promotora e ainda disse que uma meia dúzia de vagabundos estão está incentivando o protesto".


Por Redação GN | Fonte: São Gonçalo Agora
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: