FAB confirma ter encontrado avião que desapareceu com piloto e família


A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou nesta quarta-feira (13) que encontrou nesta terça a aeronave que transportava três pessoas da mesma família. O avião, que seguia de Juruena para Juara (MT), desapareceu no último sábado (9).

No entanto, ainda não foram encontrados os desaparecidos: o piloto, Leandro Ferreira Pascoal, de 28 anos, sua mulher, Francieli Reseto Pascoal, e o filho do casal, de 1 ano e 7 meses.

De acordo com o G1, os vestígios da aeronave foram encontrados em uma região de mata muito fechada. De acordo com a FAB, as condições meteorológicas no local estão desfavoráveis na manhã desta quarta-feira, o que atrapalha a busca por meio de helicópteros e paraquedistas. As procuras pelos desaparecidos continuam em solo.

Confira a nota na íntegra:

O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica informa que por volta das 16h00 HBV de terça-feira (12/12), a Força Aérea Brasileira (FAB) localizou vestígios que poderiam ser da aeronave de prefixo PU-MMT, acidentada no estado do Mato Grosso no último sábado (09/12).

Tendo em vista que tais vestígios estavam em uma região de mata muito fechada, a solução adotada foi a de se buscar uma área mais descampada na qual foram lançados paraquedistas da FAB, especialistas em resgate. Esses militares saltaram do avião que realizava a busca, no caso um SC-105 Amazonas do 2º/10ºGAV "Esquadrão Pelicano".

Entretanto, as condições meteorológicas no momento, as características da mata extremamente fechada e o pôr-do-sol impediram que os militares chegassem até o local.

Paralelamente ao lançamento dos paraquedistas, a Força Aérea Brasileira acionou um helicóptero H-1H, também pertencente ao Esquadrão Pelicano, o qual decolou imediatamente de Alta Floresta - MT, local onde encontrava-se em alerta exclusivo para apoiar a operação.

Ao sobrevoar o local, já no final do dia e a baixa alt  
itude, a tripulação do helicóptero conseguiu confirmar que os vestígios eram efetivamente destroços da aeronave de prefixo PU-MMT.

As condições meteorológicas na região são desfavoráveis nesta manhã de quarta-feira (13/12), prejudicando as decolagens das aeronaves, no entanto, as equipes de resgate da FAB procedem as buscas em solo.

Brigadeiro do Ar Antonio Ramirez Lorenzo

Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica  

Por Redação GN | Fonte: Notícias Ao Minuto
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: