México: número de mortos no terremoto de 19 de setembro sobe para 331


O número de mortes no terremoto de 19 de setembro na região centro do México subiu para 331, das quais 192 pessoas foram contabilizadas na capital do país, na Cidade do México, informou nesta terça-feira (26) a proteção civil mexicana. O balanço anterior informava que havia 324 vítimas mortais.

Nesta atualização dos dados relativos ao tremor de magnitude 7,1 na escala de Richter, o coordenador nacional da Proteção Civil mexicana, Luis Felipe Puente, precisou que, além dos 192 mortos confirmados na Cidade do México, outros 74 foram registrados em Morelos, 45 em Puebla, 13 no estado de México, seis em Guerrero e um em Oaxaca.

As autoridades mexicanas confirmaram também que outras quatro pessoas perderam a vida na sequência de um outro tremor que foi registrado no sábado passado. O epicentro foi registrado no sul do México, no Estado de Oaxaca, e teve uma magnitude de 6,1.

Este terremoto foi uma réplica de um tremor anterior (com uma magnitude de 8,2), que abalou a região sul do território mexicano no passado dia 7 de setembro. Este terremoto causou 98 mortos naquela região.

No total, os três tremores registrados nas últimas três semanas no México provocaram mais de 430 mortos, o que representa o maior número de vítimas mortais desde o terremoto de 1985 na Cidade do México, que provocou, segundo os cálculos das autoridades mexicanas, cerca de 20 mil mortos.

Por Redação GN | Fonte: Lusa
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: