Geddel tem pedido de transferência para prisão militar ou domiciliar negado no DF

Preso no complexo da Papuda, no Distrito Federal, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) teve o pedido de transferência para prisão domiciliar ou militar negado. A decisão é da juíza da Vara de Execuções Penais, Lelia Cury. Para a magistrada, o baiano "está detido de forma adequada" e não corre perigo. A defesa havia alegado ameaças de outros presos da unidade.

"Essencial registrar que as medidas necessárias ao resguardo da integridade física do custodiado vêm sendo adotadas pela direção da unidade prisional em que se encontra, não havendo, até o presente momento, nenhuma notícia de que ela tenha sido violada", disse a juíza. Geddel foi preso pela Polícia Federal (PF), em Salvador, depois da descoberta de R$ 51 milhões em um apartamento ligado a ele.

Por Redação GN | Fonte: Agências
Compartilhe no G+

Editor Chefe: GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do Portal GN; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor da mensagem.

0 comentários: