Com Tardelli de volta, Brasil tem novidades contra Bolívia e Chile


O técnico da Seleção Brasileira, Tite, divulgou nesta sexta-feira (15), na sede da CBF, no Rio de Janeiro, os convocados para os duelos com Bolívia e Chile, nos dias 5 e 10 de outubro, pelas últimas duas rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

As novidades na lista de 24 jogadores são os meio-campistas Arthur, do Grêmio, Fred, do Shakhtar Donetsk-UCR, o lateral direito Danilo, do Manchester City-ING, e o atacante Diego Tardelli, do Shandong Luneng-CHN. Voltam a ser chamados após ficarem ausentes em algumas convocações o zagueiro Jemerson, do Monaco-FRA, e o meia Diego, do Flamengo.

Em relação à última convocação,ficaram de fora nomes como Fagner, do Corinthians, Rodrigo Caio, do São Paulo, Luan, do Grêmio, Taison, do Shakhtar Donetsk, e Giuliano, do Fenerbahce-TUR. Antes de ter divulgado a lista, Tite citou o que foi considerado em suas escolhas.

“O critério da convocação não atende especificamente ao momento do atleta no clube, senão alguns critérios a mais: o histórico dele no clube e na Seleção, o momento de clube e aquilo que viveu e vive na Seleção, e uma projeção na Copa do Mundo. Temos 11 meses para iniciar a Copa. Nesse aspecto estão convocados 24 atletas, um a mais que o usual”, explicou o treinador, em entrevista coletiva.

Esta foi a oitava convocação de Tite, a sexta pelas Eliminatórias. Os treinamentos serão realizados na Granja Comary, em Teresópolis. No dia 4, a delegação embarca para a cidade de Santa Cruz de la Sierra, onde vai dormir. A viagem para a altitude de La Paz ocorrerá apenas no dia da partida. No primeiro turno, o Brasil goleou a Bolívia por 5 a 0, em Natal.

Com o Palestra Itália de palco, o jogo contra o Chile será o último da Seleção nas Eliminatórias para o Mundial da Rússia. Os atuais campeões sul-americanos foram os únicos a derrotarem o Brasil no torneio: 2 a 0, em Santiago, na estreia da competição, ainda sob o comando de Dunga.

Já classificado para a Copa do Mundo, o Brasil também tem o primeiro lugar das Eliminatórias garantido, com 37 pontos ganhos em 16 partidas. Uruguai (27), Colômbia (26) e Peru (24) vêm na sequência e figuram, por enquanto, na zona de classificação direta para o Mundial. A Argentina ocupa a quinta posição, que dá direito a disputar a repescagem contra a Nova Zelândia, campeã das Eliminatórias da Oceania.

Com Tite, a Seleção está invicta nas Eliminatórias, com nove vitórias e um empate. A única derrota da equipe com o treinador ocorreu diante da Argentina, por 1 a 0, em amistoso disputado na Austrália, em junho.

Confira a lista com os 24 convocados:

Goleiros:
Alisson (Roma)
Cássio (Corinthians)
Ederson (Manchester City)

Laterais:
Daniel Alves (PSG)
Danilo (Manchester City)
Filipe Luis (Atlético de Madrid)
Marcelo (Real Madrid)

Zagueiros:
Marquinhos (PSG)
Miranda (Inter de Milão)
Jemerson (Monaco)
Thiago Silva (PSG)

Meio-campistas:
Arthur (Grêmio)
Casemiro (Real Madrid)
Diego (Flamengo)
Fernandinho (Manchester City)
Fred (Shakhtar Donetsk)
Paulinho (Barcelona)
Renato Augusto (Beijing Guoan)
Philippe Coutinho (Liverpool)
Willian (Chelsea)

Atacantes:
Diego Tardelli (Shandong Luneng)
Gabriel Jesus (Manchester City)
Neymar (PSG)
Roberto Firmino (Liverpool)

Por Redação AEC | Fonte: Gazeta Esportiva
Compartilhe no G+

Editor Chefe: GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do Portal GN; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor da mensagem.

0 comentários: