Brasileiro é nova sensação do surfe mundial


O curitibano Yago Dora é o novo queridinho do surfe brasileiro. Após derrotar três campeões mundiais em uma só competição, Yago estará na próxima temporada do circuito mundial.

Há dois anos, informa a ESPN, Yago ocupava apenas a 168ª posição no ranking da WQS, uma espécie de segunda divisão do esporte. Atualmente ele ocupa a 2ª colocação.

E o segredo vem de casa. Yago é treinado pelo seu, Leandro Dora, o Grilo, um dos responsáveis pelo título mundial de Adriano de Souza, o Mineirinho, em 2015.

“Ele ia me filmando enquanto eu surfava, e acho que isso foi um diferencial. Eu sempre tive acesso as minhas imagens e às informações do meu pai, que me falava o que precisava ser melhorado”, disse Yago à ESPN.

Dora participou também de 'Psychic Migrations', filme sobre surfistas, no qual foi um dos protagonistas, ao lado de nomes como Kelly Slater, detentor de 12 títulos mundiais.

Entre as 'vítimas de Yago', estão John John Florence, Mick Fanning e o brasileiro, campeão mundial em 2014, Gabriel Medina. O novato eliminou os três em abril deste ano, na etapa de Saquarema.

“Como era um Wildcard [surfista convidado], sabia que ia pegar os atletas do seedmais alto, que geralmente são os campeões mundiais. Mas eu tava sem pressão nenhuma, pensei que se perdesse, não ia mudar nada, afinal, são os melhores surfistas do mundo. Mas se eu ganhasse, ia ser uma vitória muito grande. Fui com isso em mente”, revelou o atleta, explicando sua performance de alto nível no evento.

Yago também falou sobre a estreia em Fiji, no próximo ano:

“Eu ainda não fui para todos os lugares que têm eventos do WCT, mas pelo que me conheço e vejo, Fiji tem tudo para ser a minha etapa favorita. É um lugar lindo, paradisíaco, você fica no resort que é praticamente privado só para os atletas, altas ondas, água quente, é um lugar épico pra ter uma etapa”, finalizou, animado para o que o espera.

Por Redação AEC | Fonte: NM/Esportes
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: