Nova contagem reduz a 18 o número de mortos em acidente na Baía de Todos os Santos


O número oficial de mortos no acidente na Baía de Todos os Santos, durante a travessia Mar Grande- Salvador, caiu para 18 depois de uma contagem feita pelo Instituto Médico-Legal. A informação foi confirmada pelo comandante do 2º Distrito Naval, capitão-tenente Flávio Almeida, em entrevista ao jornal O Globo. Anteriormente, as autoridades locais falavam em 23 vítimas fatais da tragédia, que ocorreu na manhã desta quinta-feira, durante uma viagem entre Mar Grande e a capital da Bahia.

Os sobreviventes do naufrágio da lancha Cavalo Marinho I começaram a chegar em Salvador por volta das 9h30. Ao desembarcar no Terminal Marítimo, as vítimas foram colocadas dentro de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). No local há três ambulâncias do Samu e uma do Corpo de Bombeiros.

O acidente
A lancha da Associação de Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab) naufragou por volta das 7h pouco depois de sair do terminal de Mar Grande, na Ilha de Itaparica, a caminho de Salvador. A lancha Cavalo Marinho I tinha capacidade para transportar 162 passageiros e transportava 129 no momento em que virou.

Três navios da Base Naval de Aratu e três lanchas da Capitania dos Portos foram deslocadas para o local do naufrágio para auxiliar nas buscas. "Nós recebemos um chamado de emergência via rádio por volta das 8h e, em seguida, mandamos três embarcações de resgate imediatamente. Três navios da base com médico a bordo e todo aparato para dar socorro está a caminho. Também acionamos outros órgãos como o Graer, Samu e Bombeiros", disse o capitão-tenente da Marinha, Fernando Jeann Tôrres Araújo.

O Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar e a 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Ilha de Vera Cruz) está atuando em apoio às vítimas do naufrágio. Às 9h uma aeronave do Graer transportou uma das vítimas direto para o Hospital do Subúrbio, em Salvador. Em seguida o helicóptero retornou para dar apoio às demais vítimas do acidente. A 5ª CIPM também já prestou socorro a algumas vítimas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Mar Grande e ao Hospital Geral de Itaparica.

Por Redação GN | Fonte: iBahia
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: