Drone da CIPE/Caatinga descobre fazenda com 200 mil pés de maconha


Considerada pela polícia uma das maiores plantações de maconha da Bahia foi descoberta na manhã desta terça-feira (8), no Norte do Estado. Estima-se que 200 mil pés da droga, que correspondem a aproximadamente 30 toneladas, eram cultivados entre os distritos de Ilha Redonda, em Curaçá, e Pedra Branca e Ibó, em Abaré. O comandante da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Caatinga), major Wildon Reis, esclarece que foi utilizado um drone para localizar a plantação. “Esta ferramenta é fundamental para a descoberta deste e de outros cultivos da droga na região”. Equipes de inteligência da unidade também foram envolvidas na ação.

A região fica próxima ao “Polígono da Maconha”, como é conhecida o conjunto de 13 municípios localizados entre os estados da Bahia e de Pernambuco. Além da Cipe/Caatinga participam da operação equipes do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar, do 20º BPM e da 45ª CIPM (Curaçá). As unidades permanecem na roça, promovendo a retirada da droga. O major Wildon acredita que serão necessários mais de 10 dias para concluir a retirada de toda a plantação, que será incinerada. 

Por Redação GN | Fonte: Aratu Online
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: