Sul-Americana: Flamengo enfrenta algoz e busca evitar novo vexame


Eliminado da Libertadores, o Flamengo estreia na segunda fase da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira (5) e terá pela frente justamente o Palestino, clube que eliminou o Rubro-Negro na edição do ano passado. O jogo acontece nesta quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Las Condes, no Chile.

Em 2016, o time brasileiro avançou da primeira fase após eliminar o Figueirense, mas foi surpreendido pelo Palestino em um dos grandes vexames da temporada. Após uma vitória magra por 1 a 0 no jogo de ida, o Mengão foi derrotado por 2 a 1 em casa e deu adeus à competição continental.
Este ano, o Patriotas avançou após se classificar no pênaltis em confronto contra o Everton, também do Chile. O Flamengo ficou em terceiro no Grupo 4 da Libertadores e tem de se contentar com a Sul-Americana. San Lorenzo e Atlético-PR conquistaram as vagas para as oitavas de final da Libertadores nesta chave.

TIME MISTO
Em meio às disputas do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil, o Flamengo terá um time modificado para a partida desta quarta-feira. Principais destaques da equipe de Zé Ricardo, Guerrero e Diego sequer viajaram para o Chile.

Outros jogadores que não estão com o grupo que foi relacionado para a partida são os zagueiros Juan e Rhodolfo, os laterais Pará e Trauco e o volante Márcio Araújo. Conca também ficou no Brasil.

PALESTINO EM RECONSTRUÇÃO
O time chileno vive situação complicada na temporada. Nos últimos meses, perdeu alguns de seus principais jogadores e o técnico Germán Cavallieri tenta remontar o time com novas peças. Ao todo, sete reforços foram apresentados e o time sofre com a falta de entrosamento.

Entre os que se foram, destacam-se o lateral-direito Oyarzún, que acertou com o Zalgiris, da Lituânia, o volante Farías, que era o capitão do time e vai jogar no Apoel, do Chipre, além do zagueiro Luna e o meia Valencia que não tiveram seus contratos renovados.

Por Redação AEC | Fonte: Agência Futebol Interior
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: