Sul-Americana: Com cheirinho de revanche Flamengo goleia Palestino-CHI; Sport desafia 'hermanos'


O Flamengo não quer a repetição do que aconteceu em 2016. Contra o seu algoz nas oitavas de final da Copa Sul-Americana do ano passado, o time rubro-negro mostrou eficiência nesta quarta-feira (5), principalmente em um segundo tempo eletrizante, e goleou o Palestino por 5 a 2, no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, pela rodada da ida da segunda fase da competição continental.

O Flamengo não quer a repetição do que aconteceu em 2016. Contra o seu algoz nas oitavas de final da Copa Sul-Americana do ano passado, o time rubro-negro mostrou eficiência nesta quarta-feira, principalmente em um segundo tempo eletrizante, e goleou o Palestino por 5 a 2, no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, pela rodada da ida da segunda fase da competição continental.

Para o jogo da volta, o Flamengo tem uma enorme vantagem para avançar às oitavas de final - o adversário sairá do duelo entre Chapecoense e Defensa y Justicia, da Argentina. No dia 9 de agosto, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio, o Palestino precisará ganhar por no mínimo quatro gols de diferença para se classificar de forma direta. Disputa por pênaltis, somente se os chilenos vencerem por 5 a 2.

               

SPORT DESAFIA 'HERMANOS'
Embalado com a conquista do Campeonato Pernambucano e pela recuperação no Brasileirão, o Sport muda o foco e volta a pensar na Sul-Americana, competição pela qual entrará em campo nesta quinta-feira, às 21h45, para enfrentar o Arsenal de Sarandí, da Argentina, na Ilha do Retiro, pela partida de ida da Segunda Fase.


O Sport sofreu para conseguir uma vaga na Segunda Fase. Após vencer o Danubio por 3 a 0, em Recife, perdeu no Uruguai pelo mesmo placar, e teve que classificar através das penalidades máximas, 4 a 2. O time, até então, era comandado por Ney Franco.
Já o Arsenal teve vida fácil na Primeira Fase. O clube foi até o Peru e derrotou o Juan Aurich por 2 a 0, e selou a classificação na Argentina, com uma sonora goleada por 6 a 1.

SPORT DEFINIDO 
O maior desfalque do Sport para o duelo contra o Arsenal está no banco de reservas.Por conta de uma punição em 2013, quando ainda comandava o Grêmio na Libertadores, Vanderlei Luxemburgo terá que cumprir suspensão. Com isso, a equipe será comandada por Júnior Lopes, filho de Antônio Lopes.

A principal dúvida é em cima de Mena. O jogador, que estava com a seleção chilena na Copa das Confederações, teve um problema na logística do voo e só deve chegar em Recife nesta quinta-feira, o que pode lhe deixar de fora da partida. Se isso acontecer, Sander segue na posição.

“Vanderlei planejou a semana toda. Logicamente que a escalação faz parte do trabalho dele e os atletas já estão bem conscientes da metodologia de trabalho dele. Eu também trabalho com ele há algum tempo e eu acho que não vão ter maiores problemas, não”, disse Junior Lopes.

ARSENAL 
O Arsenal sofreu uma reformulação após o fim do Campeonato Argentino, onde foi o 27º colocado, de 30 equipes participantes. Entre idas e vindas, destaca-se o nome do lateral Emiliano Papa, com passagens pela seleção argentina. O grupo é composto também por muitos jogadores das categorias de base.

Por Redação AEC | Fonte: Agência Futebol Interior / Vídeo: YouTube
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: