Natação: Bruno Fratus conquista prata nos 50m livre; Cielo é oitavo


Bruno Fratus conquistou neste sábado (29) a medalha de prata na final dos 50m livre do Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, na Hungria. Após ser bronze na última edição da competição, que aconteceu em Kazan, na Rússia, Fratus cresceu na reta final para cravar 21s27, ficando atrás apenas do norte-americano sensação do campeonato, Caeleb Dressel, que cruzou a piscina em 21s15. O britânico Benjamin Proud ficou com o bronze (21s43).

Com a vitória deste sábado, Bruno Fratus, enfim, apaga o fantasma dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Disputando a final dos 50m livre na capital fluminense, o nadador frustrou a torcida que esperava comemorar uma medalha ao terminar a prova apenas na sexta colocação.

Detentor do recorde mundial da prova, César Cielo, outro brasileiro classificado para a decisão, ficou em último lugar. Largando na raia 8, o medalhista de ouro nas Olimpíadas de Pequim já havia avançado para a final dos 50m livre com o último tempo e neste sábado não conseguiu surpreender.

Esta é a segunda medalha de prata de Bruno Fratus neste Mundial. Tanto ele como César Cielo já haviam subido no segundo lugar mais alto do pódio no revezamento 4x100m livre, ao lado de Marcelo Chierighini e Gabriel Santos.

Favorito para a medalha de ouro, Caeleb Dressel surge como o novo grande talento da natação. Além de vencer os 50m livre, o norte-americano também faturou o primeiro lugar nos 100m livre e nos revezamentos 4x100m e 4x100m medley misto. Ele ainda competirá neste sábado a final dos 100m borboleta e tem a possibilidade de participar do revezamento 4x100m livre misto.

Terceiro colocado do ranking nesta prova, o russo Vladimir Morozov, que era um forte candidato a subir no pódio, teve de se contentar com a quarta colocação apenas, já que concluiu os 50m livre em 21s43.

Por Redação AEC | Fonte: Gazeta Esportiva
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: