Libertadores: Brasileiros entram em campo nesta quarta (5)


Mais de um mês após o fim da primeira fase, a Libertadores volta com tudo para a disputa das oitavas de final e nesta quarta-feira (5) tem confronto brasileiro pela rodada de ida. Atlético-PR e Santos se enfrentam às 19h15, no Durival Britto, em busca de uma boa vantagem para o jogo de volta.

O jogo será realizado na Vila Capanema porque a Arena da Baixada foi cedida para a realização das finais da Liga Mundial de Vôlei, disputada por Brasil e Canadá.
O Santos é o único time que ainda não foi derrotado na Libertadores e se classificou na primeira colocação do Grupo 2, com 12 pontos. Apesar do bom aproveitamento, ainda não conseguiu vencer nenhuma partida como visitante. Quando saiu de casa, empatou sem gols com o Santa Fe e por 1 a 1 com The Strongest e Sporting Cristal.

O duelo desta quarta será o primeiro do técnico Levir Culpi sob o comando do time na Libertadores. Até o último jogo da primeira fase, Dorival Júnior ainda era o treinador.

O Atlético-PR, por sua vez, sofreu para se classificar. A vaga veio apenas na última rodada, com uma vitória por 3 a 2, fora de casa, sobre a Universidad Católica. Com o resultado, avançou na segunda colocação, com dez pontos, e eliminou o franco favorito Flamengo.

Santos e Atlético-PR já se enfrentaram neste ano, em jogo válido pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Arena da Baixada. Na ocasião, o Peixe venceu por 2 a 0.

SEM REVELAR
Depois do último treinamento antes da partida, na tarde desta terça-feira (4), na Vila Capanema, o Atlético-PR iniciou período de concentração, no CAT Alfredo Gottardi.

O técnico Eduardo Baptista afirmou que o Furacão possui uma base para a partida desta quarta-feira (5) e que colocará em campo o sistema que mais rendeu sob o seu comando. Suspenso, o zagueiro Wanderson é ausência confirmada. Ele será substituído por Paulo André.

“Procuramos buscar o melhor sistema, onde fizemos os melhores jogos neste ano sob o meu comando. Estudamos bastante, depois do jogo contra o Grêmio, principalmente. “Vamos procurar aproveitar o momento de cada jogador. Vocês não vão ver nenhuma mudança drástica [no time]. A base está montada”, afirmou.

O comandante do Rubro-Negro também ressalta a necessidade da equipe atleticana jogar com personalidade e equilíbrio, para levar um bom resultado para a Vila Belmiro, em agosto.

“Temos que tirar o exemplo da partida contra o Grêmio, como foi falado. Ter mais equilíbrio durante a partida. Saber a hora de ‘agradar’, jogar e ter a bola”, afirmou. “É o Atlético, jogando em casa. Temos que ter personalidade”, concluiu.

IMPROVISADO
Nesta terça-feira, ao Santos u a preparação para o jogo com a definição de Jean Mota como o titular da lateral esquerda.O técnico Levir Culpi havia testado Caju na posição no último fim de semana, no duelo com o Atlético Goianiense, quando poupou quase todos os titulares, mas o lateral-esquerdo sofreu uma lesão na panturrilha esquerda.

Caju, porém, não é o único desfalque do Santos. O centroavante Ricardo Oliveira, recuperado de uma pneumonia e de uma contusão no tornozelo direito, treina para recuperar as condições físicas e técnicas.

A situação do lateral Zeca, livre de lesão na perna esquerda, é parecida, assim como a do zagueiro Cleber, recuperado de edema na panturrilha direita, tanto que todos eles não vão viajar a Curitiba. A outra ausência do Santos, e essa por longo período, é do meia-atacante Vitor Bueno, que rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito e não voltará a atuar pelo clube nesta temporada.

Já as principais novidades na lista de relacionados do Santos são as presenças do volante Alison e do meia Vecchio, que não haviam sido inscritos na fase de grupos da Libertadores. Agora, porém, poderão ser aproveitados no torneio continental.O Santos viaja com 19 jogadores para Curitiba, sendo um deles precisará ser cortado do banco de reservas.

CHEGOU A HORA DA VERDADE, VERDÃO!
Não é segredo para ninguém que o principal objetivo do Palmeiras em 2017 é conquistar a Copa Libertadores. Assim, o jogo desta quarta-feira ganha contornos de decisão, mesmo sendo o primeiro das oitavas de final. A partir das 21h45 (horário de Brasília), o Verdão enfrenta o Barcelona, no Estádio Monumental, em Guayaquil.


Apesar de ter mostrado um futebol inconstante na primeira fase, o Palmeiras se classificou para as oitavas de final na liderança isolada do Grupo 5, com 13 pontos - quatro vitórias, um empate e uma derrota. Já o Barcelona foi o vice-líder do Grupo 1, com os mesmos dez pontos do Botafogo, ficando atrás no saldo de gols (1 contra 0). Em seis jogos, os equatorianos tiveram três vitórias, um empate e duas derrotas.

O jogo de volta está marcado apenas para o dia 9 de agosto, no Allianz Parque, em São Paulo. Gol fora de casa vale como critério de desempate e quem passar vai enfrentar Santos ou Atlético-PR nas quartas de final.

ALGOZ DOS BRASILEIROS?
Contra o Palmeiras, o Barcelona entra em campo defendendo um bom aproveitando contra times brasileiros nesta Libertadores. Na fase de grupos, o time equatoriano enfrentou duas vezes o Botafogo e não foi derrotado em nenhuma oportunidade: empate em Guayaquil (1 a 1) e vitória no Rio de Janeiro (2 x 0).

No último domingo, o Barcelona perdeu para o Macara, por 2 a 1, pela 21ª rodada do Campeonato Equatoriano, onde o time se encontra na vice-liderança com 38 pontos - 11 vitórias, cinco empates e cinco derrotas. A diferença para o líder Delfin é de nove pontos. 

MISTÉRIO
O técnico Cuca comandou o último treinamento na noite desta terça-feira, no Estádio Monumental, e a primeira parte da atividade foi fechada para a imprensa. Com algumas dúvidas, o comandante deve divulgar o time titular apenas momentos antes da bola rolar em Guayaquil.

A grande notícia para o torcedor palmeirense é que Alejandro Guerra participou normalmente dos últimos treinamentos e vai para o jogo. Um dos principais jogadores do Verdão na temporada, o meia venezuelano era dúvida depois de ter sido substituído ainda no primeiro tempo do jogo contra o Cruzeiro, na última quarta-feira, com dores no quadril. 

Na última segunda-feira, o Palmeiras realizou quatro mudanças na lista de inscritos em relação a primeira fase: Rafael Marques, Vitor Hugo, Vitão e Alecsandro foram substituídos por Bruno Henrique, Juninho, Luan e Mayke. Desses, apenas o primeiro é que não tem vaga garantida entre os titulares, pois disputa posição com Thiago Santos.

GALO TENTA A SORTE NA BOLÍVIA
O Atlético-MG inicia nesta quarta-feira sua participação no mata-mata da Copa Libertadores. O Galo terá missão diante do Jorge Wilstermann, no Estádio Félix Capriles, em Cochabamba, na Bolívia. O confronto terá início às 21h45.


Na primeira fase, o Atlético-MG teve 100% de aproveitamento em casa e se classificou como primeiro colocado do Grupo 6, com 13 pontos ganhos. Já o Jorge Wilstermann sofreu um pouco mais na fase inicial. Os bolivianos ficaram no Grupo 5, o mesmo do Palmeiras, e terminou na vice-liderança, com nove pontos. Contra o Verdão, o time venceu um e perdeu o outro confronto.

DESFALQUES
Após fazer exames, o zagueiro Leonardo Silva teve um estiramento no músculo posterior da coxa direita constatada. O atleta se lesionou durante o clássico contra o Cruzeiro. Sem prazo estimado para recuperação, o zagueiro está vetado para o confronto desta quarta.

Por outro lado, dois outros atletas retornam ao time. O lateral Marcos Rocha está recuperado de lesão no tendão da coxa direita. Outro que volta é o goleiro Giovanni, que acusou dores na costela nos últimos dias e também voltou a treinar. No entanto, nenhum dos dois viajou para a Bolívia.

O Atlético-MG tem as novidades do zagueiro Bremer, do lateral Alex Silva e dos meio-campistas Roger Bernardo, Valdívia e Marlone. Os atletas não estavam no elenco na primeira fase e foram inscritos para o mata-mata.

BRASILEIRO NA ÁREA
O Jorge Wilstermann conta com um brasileiro no elenco, o meia Carlinhos, que foi contratado há cerca de um mês. “Vamos tentar surpreender jogando futebol. Não existe outra forma sem ser jogando. Sabemos que o time do Galo é muito bom e possui jogadores que dispensam comentários. Mas vamos entrar em campo para derrotá-los”, declarou o atleta.

Por Redação AEC | Fonte: Agência Futebol Interior
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: