Isaquias Queiroz bate campeão europeu e fatura a prova do C1 1000 no Mundial Sub-23


E o canoísta  Isaquias Queiroz segue escrevendo seu nome na história do esporte brasileiro. Depois de fazer história ao se tornar o primeiro brasileiro a conquistar três medalhas numa mesma edição de Olimpíada (2016), o baiano de Ubaitaba (a cerca de 370 km ao sul de Salvador) conquistou o ouro no C1 1000m do Mundial de Canoagem Velocidade Jr e Sub-23 em Bascov, na Romênia.

Dono do melhor tempo nas semifinais, o baiano deixou para trás o campeão europeu na Final A realizada na manhã deste sábado (29). Com a marca de 4m35s072, Isaquias não deu chance ao russo Vladislav Chebotar, que terminou a disputa com a prata (4m36s692 ). O cubano Arnold Castro fechou o percurso em 4m34s784 e completou o pódio.

Isaquias ainda irá disputar a final do C1 200m na madrugada deste sábado para domingo (30), às 4h30 (de Brasília). Esta será a última participação do canoísta baiano em um Mundial da categoria. Ele chegou ao limite da idade este ano, ao completar 23 anos em janeiro. Ainda muito jovem, ele já se estabeleceu como um dos grandes nomes da modalidade.

Na Olimpíada do Rio 2016, Isaquias Queiroz terminou com as medalhas de prata nas provas de C1 1000 e C2 1000 e de bronze na C1 200.

Por Redação AEC | Fonte: Aratu Online
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: