Vaticano investiga grupo católico brasileiro por suspeita de pacto com Satã para matar o Papa


Por suspeitar de um "aparente pacto com Satã sobre a morte do papa Francisco", o Vaticano investiga a sociedade católica brasileira ultraconservadora Arautos do Evangelho, que é uma dissidência da Tradição, Família e Propriedade, a TFP.

O assunto foi veiculado em jornais de vários países, como o La Stampa, da Itália, o Daily Beast, dos Estados Unidos, e o Daily Mail, da Inglaterra. De acordo com o vaticanista Andrea Tonielli, a evidência é um vídeo que vazou.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, o monsenhor João Scognamiglio, líder da organização brasileira que protagoniza vídeo, já renunciou.

Por Redação GN | Fonte: Bahia Notícias
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: