Pesquisa aponta aumento de 74% no consumo de antidepressivos no Brasil


O Brasil registrou, em quase seis anos, um aumento de 74% no consumo de antidepressivos. De acordo com pesquisa inédita desenvolvida pela SulAmérica, em 2010 foram adquiridas 35.453 unidades. Já nos 12 meses anteriores a julho de 2016, o número saltou para 61.859.

O levantamento avaliou os hábitos dos segurados que utilizam o programa de descontos em medicamentos oferecido aos clientes de planos de saúde e odontológicos da companhia. Os antidepressivos ocupam a segunda colocação na lista de medicamentos para os tratamentos das desordens do sistema nervoso, representando 6% do total das vendas nessa categoria.

Há predominância de utilização na faixa etária de 50 a 59 anos (mais de 15 mil unidades em 12 meses) e entre mulheres (mais de 38 mil unidades em 12 meses). A comercialização de ansiolíticos também apresentou elevação, passando de 17.197 unidades em 2010 para 36.179 nos doze meses anteriores a julho de 2016. Os remédios mais adquiridos, no entanto, ainda são os analgésicos, com cerca de 10% do total.

Por Redação GN | Fonte: Bahia Notícias
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: