Menina é dopada e violentada por três colegas da escola em Itabuna

Mais um caso chocante de estupro coletivo veio à tona esta semana. Dessa vez, o palco do crime sexual foi Itabuna e a vítima da barbárie foi uma adolescente de apenas 14 anos, aluna de uma escola municipal da cidade. Os criminosos, que estudam no mesmo colégio da menina filmaram o abuso e compartilharam as imagens em redes sociais.

A mãe da garota descobriu o fato na tarde da última terça-feira (30), aproximadamente duas semanas após o ocorrido. A mulher, que não quis se identificar, está muito abalada, assim como a vítima. Ela relatou que soube do estupro por meio de uma vizinha, que mostrou o vídeo no celular.

A primeira atitude da dona de casa foi ir à residência de um dos acusados – menor de idade. O pai do jovem chegou a acusar a menina de ter feito tudo espontaneamente. No entanto, no vídeo é possível notar que a adolescente está dopada. Ela, inclusive, contou à mãe que bebeu um copo de refrigerante, oferecido pelos suspeitos.

A garota disse, ainda, que foi até a casa de um deles para pegar uma maquete, que seria apresentada na escola. Ao que tudo indica, o crime foi planejado, uma vez que dois dos jovens já esperavam no local. “Estou muito abalada, chocada. Não tenho nem palavras pra dizer. Minha cabeça está rodando. Eu quero justiça”, desabafou, emocionada, a mãe da estudante. A mulher já prestou queixa na delegacia. 

Por redação GN | Fonte: Verdinho Itabuna.
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: