Taís Araújo faz apelo às mulheres, ao recordar 1 mês de movimento contra assédio: 'Unam-se'


A atriz Taís Araújo, envolvendo-se constantemente com causas políticas, destacou que nesta quinta-feira (4) o movimento “Mexeu Com Uma Mexeu Com Todas” completa um mês. “Uma pequena grande revolução aconteceu para um grupo composto por mais de 900 funcionárias (de todas as áreas – da Globo) quando nos unimos de forma inédita para estabelecer uma rede de proteção de mulheres”, escreveu a global, ao iniciar um longo texto sobre o movimento em resposta ao caso de assédio que envolveu o ator José Mayer. “Aproveitamos a visibilidade para estender o convite a todas: unam-se! Fiscalizem o assédio, a violência e o machismo em suas empresas, comunidades e lares. Não cedam quando tentarem desmoraliza-las, ridicularizando a sua mobilização. Pois é isso o que vai acontecer. É isso o que a cultura machista faz há milhares de anos, todas as vezes que mulheres se unem para pedir respeito. Não comprem jamais a ideia de que é a mulher quem "provoca" o assédio ou estupro”, completou a artista. Taís destacou por diversas vezes no texto, a importância da sororidade entre as mulheres. “Nós não precisamos de julgamentos por parte umas das outras, nós precisamos de UNIÃO”, disse a atriz, que também participa da campanha contra reforma da previdência.


Por Redação GN | Fonte: BN/Holofote
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: