Libertadores: Noite de classificações brasileiras e desastre para o Flamengo; Botafogo pode eliminar atual campeão


A noite de quarta-feira (17) foi boa para quase todos os brasileiros na Libertadores. A exceção foi o Flamengo, que foi derrotado com gol no último lance e deu adeus à competição de forma surpreendentemente precoce

A última rodada do Grupo 4 foi decidida nos minutos finais. O Flamengo se classificava até os 46 do segundo tempo, quando Balluschi marcou o gol da virada do San Lorenzo por 2 a 1 no Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, e colocou o time argentino nas oitavas de final. Antes disso, Rodinei tinha aberto o placar para os brasileiros e Angeleri empatou o jogo.

                 

Além do San Lorenzo, que ficou em primeiro, o Atlético-PR avançou em segundo. O Furacão venceu a Universidad Católica, no Chile, por 3 a 2, com gol salvado de Carlos Alberto, aos 41 minutos da etapa final.

                  

PEIXE CLASSIFICADO
Pelo Grupo 2, o Santos enfrentou o The Strongest e a altitude de La Paz, e conseguiu voltar para casa com um empate por 1 a 1, resultado que garantiu a classificação dos brasileiros com uma rodada de antecipação. Chumacero abriu o placar para o time da casa e Vitor Bueno empatou. Nos minutos finais, o experiente Pablo Escobar teve a chance de dar a vitória aos bolivianos, mas desperdiçou cobrança de pênalti.

                  

A outra partida da chave foi a vitória do Santa Fe por 2 a 0 sbre o Sporting Cristal, em Lima, no Peru. Com apenas mais uma rodada pela frente, o Santos lidera a chave com nove pontos, seguido por The Strongest, com oito, e Santa Fe, com sete. Os dois se enfrentam na última rodada para definir quem fica com a vaga.

CHAPE RESPIRA
A rodada também foi boa para a Chapecoense, que venceu o Lanús no La Fortaleza, por 2 a 1, com gols de Wellington Paulista e Luiz Otávio – o segundo aos 43 minutos do segundo tempo.

Com a vitória, o time brasileiro chega aos sete pontos, mesma pontuação do Lanús, que está em segundo. Na rodada final, a Chape recebe o Zulia na Arena Condá precisando apenas de uma vitória simples para se garantir na próxima fase. Até mesmo o empate pode garantir os brasileiros em caso de vitória do Nacional sobre o Lanús.

                 

BOTAFOGO POR VAGA
Diante de sua torcida no Engenhão, o Botafogo pode conquistar sua vaga às oitavas de final da Copa Libertadores de forma antecipada. O adversário desta quinta-feira (18), às 21h45, é o Atlético Nacional-COL, pela quinta rodada da fase de grupos. O adversário, porém, irá para o tudo ou nada, uma vez que depende da vitória para se manter na disputa.


O Botafogo vem de derrota para o Barcelona-EQU, o que torna difícil conquistar a primeira colocação do Grupo 1. O clube brasileiro é segundo colocado com sete pontos, enquanto que o adversário desta quinta é terceiro com três pontos. Um empate também garante o Fogão na próxima fase, desde que o Estudiantes não vença o Barcelona.

DESFALQUES
O técnico Jair Ventura já sabia que teria ao menos dois desfalques para este duelo, pois o volante Airton e o zagueiro Marcelo estão suspensos. Em seus lugares devem entrar Rodrigo Lindoso e Joel Carli, respectivamente. Este último foi poupado na estreia do Brasileiro por conta de dores musculares, mas voltou a treinar normalmente.

Além desses, Jair também não poderá contar com o Montillo e Emerson Silva, lesionados. Havia uma expectativa de retorno dos jogadores, mas foi vetada pelo departamento médico. O atacante Sassá continua afastado do grupo e sequer treinou em campo. Punido por indisciplina, o jogador só voltará a ser relacionado quando mudar sua postura, isso se continuar no clube.

O lateral Victor Luis ressaltou a importância do confronto e pediu calma ao elenco. “Acho que agora não é momento de desespero. Sabemos da nossa qualidade e do quanto que podemos render. Temos também a nossa autocrítica, o que é o mais importante. Sabemos do peso do jogo de quinta-feira e o importante é o grupo estar unido e fechado, bem nos treinamentos, para que no dia possamos fazer um grande jogo”.

ELIMINAÇÃO PRECOCE?
Também precisando da vitória, o Atlético Nacional quer evitar a precoce eliminação após conquista do título em 2016. Para isso, o técnico Reinaldo Rueda aposta na postura ofensiva do Botafogo. Para ele, o time brasileiro sairá em busca do resultado, o que pode abrir espaços para a velocidade dos colombianos.

O treinador não contará com o volante Mateus Uribe e deixará apenas um homem na posição: Diego Arias. Macnelly Torres e Quiñones atuarão no meio-campo e ficarão livres para criar jogadas para os três atacantes: Arley Rodríguez, Ibargüen e Dayro Moreno.

Por Redação AEC | Fonte: Agência Futebol Interior / Vídeos: YouTube
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: