Libertadores: Atlético-MG bate Godoy Cruz-ARG; Flamengo pode ajudar Atlético-PR e Chape vai para o tudo ou nada nesta quarta (17)


O Atlético-MG finalmente engrenou sob o comando de Roger Machado. Nesta terça-feira (16), a equipe realizou uma de suas melhores exibições na temporada, goleou o time misto do Godoy Cruz por 4 a 1, no Independência, e garantiu a classificação como primeiro colocado do Grupo 6 da Libertadores.
                  

MAIS BRASILEIROS...
Mais cinco jogos acontecem pela Copa Libertadores nesta quarta-feira (17) e, em quatro deles, estarão representantes brasileiros. Líder do Grupo 4, o Flamengo visita o San Lorenzo (ARG) e, além de se classificar, pode ajudar o Atlético-PR, que estará frente a frente com a Universidad Católica (CHI). A Chapecoense precisa de vitória contra o Lanús (ARG) e o Santos enfrenta a altitude e o bom time do Strongest (BOL).


Considerado o mais disputado desta fase, o Grupo 4 terá dois jogos cruciais válidos pela sexta e última rodada. O Flamengo precisa de um empate em Almagro para garantir a classificação diante do San Lorenzo (ARG). Este resultado, de quebra, pode também ajudar o Atlético-PR, desde que o time de Paulo Autuori bata a Universidad Católica (CHI) também às 21h45.

O Mengão lidera com nove pontos, enquanto San Lorenzo e Atlético-PR estão com sete. Os argentinos, porém, aparecem na vice-liderança graças ao saldo de gols superior: -1 contra -2. Já a Universidad Católica, que tem cinco pontos, só se classifica se vencer o seu jogo e o San Lorenzo perder em casa para o clube carioca.

No mesmo horário, a Chapecoense vai para o tudo ou nada diante do Lanús (ARG). Com quatro pontos, o time brasileiro tem exatamente três a menos que os argentinos e precisa da vitória para ter chances de avançar na última rodada.

Já o Santos está em situação confortável, mas terá a dura altitude de La Paz pela frente contra o Strongest (BOL), às 19h30. O Peixe lidera o Grupo 2, com oito pontos, um a mais que os bolivianos.

Por Redação AEC | Fonte: Agência Futebol Interior
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: