Em depoimento, Lula nega ser dono do triplex no Guarujá


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento nesta quarta-feira (10). Ele ficou frente a frente com o juiz federal Sérgio Moro em uma sessão que durou mais de cinco horas.

No primeiro vídeo liberado pela Justiça Federal, Moro destacou que o depoimento é um ato normal no processo e, ainda, que era a oportunidade de Lula esclarecer sua versão dos acontecimentos.

"Não tem pergunta difícil", disse Lula já no início do depoimento, afirmando que responderia a tudo e não usaria o direito de ficar em silêncio.

Antes de começarem as perguntas, Moro explicou quais as denúncias contra o petista. A primeira parte da acusação é que Lula saberia sobre o esquema de corrupção envolvendo a Petrobras. Além disso, o ex-presidente seria questionado sobre a acusação de que foi beneficiado em um esquema da OAS, recebendo propinas, que foram pagas através do triplex no Guarujá.

"Nunca houve intenção de adquirir o triplex", afirmou Lula ao ser questionado sobre a propriedade. "Tomei conhecimento desse apartamento em 2005 e voltei a tomar somente em 2013", prosseguiu o petista. Lula esclareceu que, em todas as ocasiões, era referido o apartamento simples, cuja cota foi comprada por dona Marisa Letícia, sua esposa, e não o triplex.

Lula confirmou que ele e Marisa chegaram a visitar o local algumas vezes e que decidiram colocar o apartamento a venda. No entanto, não quis dizer de quem foi a ideia de não ficar com o imóvel.

Por Redação GN | Fonte: Notícias ao Minuto
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: