F1: Hamilton se queixa do calor e enxerga Mercedes atrás da Ferrari


Os dois treinos livres do Grande Prêmio do Bahrein, realizados nesta sexta-feira (14), não foram dos melhores para Lewis Hamilton. Líder do Mundial de Pilotos, ao lado do alemão Sebastian Vettel, o piloto britânico teve dificuldades com o calor na primeira sessão do dia e terminou apenas no décimo lugar. Depois, subiu de produção e fez o quinto melhor tempo.

“Estava incrivelmente quente no começo, com condições das mais difíceis tanto fisicamente quanto em termos de trabalho com os pneus. Passamos por isso, e à tarde estava bem mais fresco, nos dando uma representação do que a classificação e a corrida serão. Consegui entender melhor o carro no segundo treino livre”, avaliou.

O desempenho da Ferrari, que liderou os dois treinos livres com Vettel, fez com que Hamilton enxergasse uma ligeira vantagem da escuderia italiana em relação à Mercedes. Competitivo, o piloto inglês espera uma corrida acirrada, com a equipe alemã buscando tirar esta diferença.

“Foi bem próximo, a Ferrari era mais rápida. Em ritmo de corrida eles parecem uns décimos mais rápidos, então espero uma grande batalha amanhã e no domingo. Trabalharemos como der para tirar essa diferença”, declarou.

A programação do Grande Prêmio do Bahrein continua neste sábado, com a realização do terceiro treino livre a partir das 9 horas (de Brasília). Às 12 horas (de Brasília), acontece o treino classificatório, que vai decidir as posições do grid de largada. No mesmo horário, no domingo, será realizada a corrida.

Por Redação AEC | Fonte: Gazeta Esportiva
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: