'Criei um Marcos que não existe', diz Emilly após ignorar o médico ao vencer ‘BBB’


Emilly foi a grande campeã da 17ª edição do "Big Brother Brasil" com 58% dos votos (veja aqui) e na primeira entrevista após sair da casa afirmou que a irmã, Mayla, pediu para não falar com Marcos. "Eu criei um Marcos que não existe. Minha irmã mandou eu não falar com ele no programa e eu obedeci. Nem pensei. Sai do programa e minha irmã mandou eu não falar com ele. Não falei". Durante o papo, ela disse que não sentia firmeza da parte dele em querer continuar um namoro aqui fora. "Eu imaginava um relacionamento fora com o Marcos, mas eu não via determinação dele nisso. Só quero pensar na minha família, soltar as cinzas da minha mãe (morta de câncer em dezembro), ajudar a família com o dinheiro e tudo. Não quero saber dele. Nunca quis unir a minha imagem a de ninguém, mas acabei me apaixonando por ele de verdade. Fantasiei uma pessoa que ele deve não ser. Não estou pensando no Marcos, mesmo. Eu dei valor mais para as mulheres que foram comigo para a final do que pra ele". Por fim, ao ser questionada sobre a agressão sofrida pelo médico, preferiu não comentar. "Não estou sabendo falar sobre isso ainda, sobre depor na delegacia e nada. Eu fui acolhida nesse final do jogo, tive uma final feminina e isso foi ótimo. Prefiro não falar muito sobre esse assunto".

Por Redação GN | Fonte: Ego
Compartilhe no G+

Editor Chefe: GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do Portal GN; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor da mensagem.

0 comentários: