Copa do BR: Cruzeiro e Flu avançam; Vitória e Corinthians são eliminados


No emocionante mata-mata da Copa do Brasil sobraram emoções, nesta quarta-feira (19) à noite, pela definição da quarta fase. Dos cinco jogos disputados, dois deles foram definidos apenas nas cobranças de pênaltis.

Apenas Cruzeiro e Fluminense confirmaram o favoritismo. O Paraná é mesmo a surpresa em cima do Vitória, enquanto as duas vagas saíram nas penalidades para Internacional (em cima do Corinthians) e do Sport (sobre o Joinville).

SÃO PAULO NÃO LEVA
Mesmo vencendo o Cruzeiro, por 2 a 1, dentro do Mineirão, e derrubando o último invicto entre os 20 clubes que disputam o Brasileirão, o Tricolor não avançou, porque na ida, no Morumbi, tinha perdido por 2 a 0.

Mas a vitória foi importante, porque o clube paulista vinha de duas vitórias na semana passada e dentro de casa. Uma para o próprio Cruzeiro e outra para o rival Corinthians, pelas semifinais do Paulistão.

CORINTHIANS ELIMINADO EM CASA
Naquele estilo de fazer um gol e esperar o adversário, o Corinthians, desta vez, se deu mal. Saiu na frente, mas levou o empate na parte final do Internacional. O empate por 1 a 1 foi justo e repetiu o placar do Beira Rio.

Nas penalidades máximas, entre chute foro e defesas dos goleiros, deu o Colorado por 4 a 3. Mais uma conquista para o técnico Antônio Carlos Zago.

FLU ATROPELA GOIÁS
No Maracanã, o Fluminense fez a festa da sua torcida ao vencer o Goiás, por 3 a 0, e descontar a derrota sofrida em Goiânia, no Serra Dourada, por 2 a 1.

Campeão da Taça Guanabara (primeiro turno do Carioca) ele começa no fim de semana a disputar as semifinais decisivas do Estadual.

PARANÁ SEGURA VITÓRIA
Em Curitiba, o Paraná segurou o empate sem gols com o Vitória e eliminou o time baiano, que tinha sido surpreendido no Barradão, por 2 a 0. Se houve zebra ela aconteceu em Salvador, não na capital do Paraná.

O Vitória, agora, se concentra nas semifinais da Copa do Nordeste. Domingo à tarde, no Barradão, fará o clássico Ba-Vi.

Veja os melhores momentos


                 

SPORT SOFRE EM JOINVILLE
Na Arena Joinville, até que o time da casa fez bonito durante o jogo, ao virar o placar em cima do Sport, por 2 a 1. Devolveu o placar que tinha acontecido na Ilha do Retiro. Mas levou a definição para os pênaltis e perdeu: 4 a 3.

destaque para o goleiro Magrão, de 40 anos, que defendeu dois pênaltis. Na briga de um time da Série A sobre outro da Série B do Brasileiro, deu o que tinha que dar.

Por Redação AEC | Fonte: Agência Futebol Interior / Vídeo: Luis Mendonça Filho
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: