Brasil confirma 165 casos de microcefalia em 2017; Bahia acumula mais notificações


O Brasil confirmou, desde o início de 2017 até 15 de março, 165 casos de microcefalia ou outras alterações de crescimento e desenvolvimento possivelmente relacionadas ao vírus Zika. No total, foram registradas 541 novas notificações de casos suspeitos este ano.

De acordo com boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, foram 14 confirmações de mortes fetais e neonatais ligadas ao vírus e 16 confirmações de fetos com alterações no sistema nervoso central, abortos espontâneos e natimortos relacionados à infecção em 2017.

Entre casos confirmados e em investigação, 3.165 bebês estão em monitoramento. Destes, 21,1% recebem cuidados em puericultura (acompanhamento do desenvolvimento), 9,7% em estimulação precoce e 16% no serviço de atenção especializada. Entre os estados com notificações, a Bahia acumula maior número de casos (636), seguida por Rio de janeiro (402), São Paulo (384) e Pernambuco (315).

Por Redação GN | Fonte: Agências
Compartilhe no G+

Editor Chefe: GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do Portal GN; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor da mensagem.

0 comentários: