Técnico da seleção alemã, Low apoia ida de Schweinsteiger para os EUA


Foram duas temporadas no Manchester United. Chegando com status de estrela, mas sem receber muitas oportunidades do técnico José Mourinho, Bastian Schweinsteiger está de saída dos Red Devils. O meia alemão acertou com o Chicago Fire e é mais um grande jogador a atuar nos Estados Unidos. Apesar da decisão do tetracampeão mundial, o técnico da seleção alemã Joachim Low acredita que ele ainda tem muito a oferecer.

“Ele me disse que fez tudo o que pôde para se firmar no time do Manchester United. Ele poderia ter ajudado seus ex-companheiros. Assisti muitos jogos do Manchester United em que eles deveriam ter entrado em campo com um meio-campista central, um cara que organizasse o jogo”, disse Low.

Ídolo do Bayern de Munique, Schweinsteiger decidiu encerrar seu ciclo na equipe bávara após 13 anos e migrar para o futebol inglês. Esperando fazer história em um outro gigante europeu, o meia alemão, no entanto, não teve a mesma felicidade em Manchester e diversas vezes ficou de fora até mesmo dos relacionados para os jogos, treinando com a equipe sub-20.

Privado do que mais gosta de fazer, Schweinsteiger decidiu rescindir seu contrato com o Manchester United, que ainda tinha mais uma temporada a ser cumprida. Novo reforço do Chicago Fire, o meia conta com o apoio do treinador da seleção alemã, com quem se sagrou campeão mundial no Brasil.

“Penso que a ida de Basti [Schweinsteiger] para os Estados Unidos é boa para ele ter novas experiências e encerrar sua carreira na MLS. É uma boa descisão”, concluiu Joachim Low.

Por Redação AEC | Fonte: Gazeta Esportiva
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: