Registro de violência sexual no carnaval cresce quase 90% este ano


A Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, do governo federal, registrou um aumento de 87,9% nas denúncias de violência sexual no carnaval, se comparado com os registros do ano anterior. Segundo a secretaria, foram 109 atendimentos de relatos de violência sexual neste ano, ante os 58 de 2016. A pasta acredita que o aumento dos registros tem relação com as campanhas que incentivam a denúncia dos abusos, que abrange de assédios a estupro.

Os números se referem aos atendimentos da Central de Atendimento à Mulher (Disque 180), que durante os quatro dias de carnaval contabilizou 2.132 queixas de mulheres.  Isso representa uma queda de 1,62% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

A violência física foi o motivo pelo qual mais mulheres 1.136 ligaram. A violência psicológica ficou em segundo lugar com 671 ligações. Seguido da violência sexual (109), a violência moral (95), além de denúncias de cárcere privado (68), violência patrimonial (49) e tráfico de pessoas (4).

Por Redação GN | Fonte: Agência Brasil
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: