Reajuste em salários de prefeito, vice e vereadores é suspenso em Camaçari


O aumento salarial para prefeito, vice-prefeito e vereadores de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, foi suspenso, na última segunda-feira (6). O reajuste, que elevava em até 50% os salários, havia sido aprovado pela Câmara Municipal em novembro de 2016. A decisão é do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Camaçari, César Augusto Borges de Andrade.

A suspensão foi possível graças a uma ação civil pública movida por servidores do município. Eles questionaram ao Ministério Público o reajuste para os gestores, diante da não reposição da inflação dos servidores. Para o juiz, o aumento “viola os princípios constitucionais da administração pública, como notável abuso de poder político e desvio de finalidade com a possibilidade de danos ao erário”.

Se a decisão não for cumprida, uma multa diária de até 500 mil será aplicada ao presidente da Casa, Oziel Araújo (PSDB).

Por Redação GN | Fonte:  Metro1
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: