Cigano é morto em Guanambi com R$ 7 milhões em notas promissórias


Um cigano foi morto nesta segunda-feira, 30, em Guanambi, no Sudoeste da Bahia. Salvador Oliveira Dourado, conhecido como Marcílio Cigano, transportava R$ 7.211.891,22 em notas promissórias e R$ 368.000,00 em folhas de cheque em seu veículo, um Fiat Strada.

Segundo o site Verdinho de Itabuna, a polícia suspeita que ele era agiota e agia como cobrador de dívidas.

Os autores do crime fugiram em um veículo Spacefox, com placa de Pelotas, no Rio Grande do Sul, mas bateram a poucos metros do local do homicídio. Em seguida, eles fugiram a pé, mas dois foram localizados escondidos em um terreno. Houve troca de tiros e um deles foi morto.

O comparsa dele, Tiago Rodrigues de Souza, foi preso e levado para a delegacia. A polícia achou uma carabina e um revólver dentro do carro usado na fuga.

Um terceiro envolvido no homicídio usou um mototáxi para fugir, mas foi localizado e também foi preso. Daniel Soares dos Reis foi levado para a delegacia. O mototaxista disse que não sabia que ele era fugitivo.

Por Redação GN | Fonte: A Tarde
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: