Casagrande diz que luta há 10 anos contra o vício da cocaína


O ex-jogador de futebol e comentarista da Globo Walter Casagrande chamou a atenção, na manhã desta sexta-feira (27), depois de fazer algumas revelações sobre o seu vício em drogas. Durante sua participação no programa Encontro com Fátima Bernardes, ele comentou a dificuldade para se recuperar, além de afirmar que o namoro com Baby do Brasil o ajuda muito.

Casagrande disse que entrou no mundo das drogas aos 19 anos com "um baseadinho" e não parou. De acordo com ele, "o uso problemático e doentio veio bem depois". “Você se envolve com a droga numa força tão grande, mas, na sua cabeça, você diz ‘eu paro quando eu quiser, quem está no comando sou eu’. Na verdade, não é você que está usando a droga, é a droga que está usando você. No meu caso, eu estava numa situação muito crítica, aguda e, num período muito próximo da morte”. Ele chegou a ser internado em uma clínica de reabilitação em 2008.

“Eu sofri um acidente e aí minha família viu a situação em que eu estava – eu estava isolado da família, eu não via os meus filhos –, eles me internaram. Nos primeiros 4 meses é de negação. (…) Eu usava droga injetável, cocaína”, acrescentou.

O comentarista afirmou ainda que luta há 10 anos contra o vício e que hoje tenta não ter recaídas. “Eu consigo ir ao teatro, cinema, eu consigo chegar inteiro para fazer um jogo. Eu me sinto bem orgulhoso”, disse.

Ele ainda confessou ser contrário a campanhas contra as drogas. “Não acho certo fazer campanhas do tipo ‘não use drogas’, ‘combate às drogas’, porque ninguém se vicia em coisa ruim. Eu sou um dependente químico, que vivo em recuperação, mas eu me viciei em uma coisa que eu adoro. Eu gosto de drogas. Num determinado período, eu curti aquilo, eu me diverti, foi legal”, finalizou.

Por Redação GN | Fonte: Agências
Compartilhe no G+

GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do GN Online; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor do comentário.

0 comentários: