São Gonçalo apresenta nota baixa no Ideb 2015


O município de São Gonçalo dos Campos novamente não alcançou a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), na rede municipal, dos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º), referente ao ano de 2015. O município aparece na 304ª posição. A meta do (Ideb) para 2015 foi alcançada por 74,7% das redes municipais. O resultado demonstra o esforço dos municípios, que respondem por 82,5% das matrículas nesse nível de ensino na rede pública.

Para atingir a meta, São Gonçalo dos Campos precisava pontuar em 4.7 no Ensino Fundamental (1º ao 5º). A nota alcançada foi 4.0, menor que o resultado divulgado em 2013, onde o município atingiu 4.3, sendo que a meta projetada era de 4.4 para o mesmo ano.

Da 8ª série ao 9º ano também teve baixo desempenho de acordo com os dados do resultado. A nota alcançada foi 3.1, enquanto a meta projetada era de 4.1 para 2015. Apenas em 2007 a rede municipal de São Gonçalo atingiu a meta.


No contexto geral, o presidente do Inep, Maria Inês Fini, defende que "houve evolução, mas em um nível aquém do que os estudantes brasileiros conseguem e merecem. Precisamos de uma reforma no Ensino Médio e de uma maior articulação das redes municipais e estaduais de ensino", defende Maria Inês Fini.

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um indicador de desempenho da educação brasileira divulgado a cada dois anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC). 

O Ideb relaciona duas dimensões: o desempenho dos estudantes em avaliações de larga escala e a taxa aprovação. O desempenho é calculado a partir da Prova Brasil/Saeb, quando os estudantes do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino médio são avaliados em Leitura e Matemática. Os dados de aprovação são verificados a partir do Censo Escolar da educação Básico, realizado anualmente. 

O Ideb é calculado para escolas e para sistemas de ensino que monitoram o seu desempenho em relação a metas individuais pactuadas com o governo federal. O índice varia de 0 a 10: quanto maior for o desempenho dos alunos e o número de alunos promovidos, maior será o Ideb.

Por Redação GN | Fonte: São Gonçalo Agora
Compartilhe no G+

Editor Chefe: GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do Portal GN; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor da mensagem.

0 comentários: