III Concurso para Escritores Escolares de Poesia e Redação recebe mais de 500 inscrições


A 3ª edição do Concurso para Escritores Escolares de Poesia e Redação bate recorde superando as edições de anos anteriores com a soma 582 inscrições computadas. Ao todo são 40 cidades participantes, distribuídas entre 15 Territórios de Identidade. O Concurso é uma iniciativa da Diretoria do Livro e da Leitura da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), e tem como objetivo principal a sensibilização de estudantes para o universo da escrita criativa.

Voltado para estudantes do Ensino Fundamental I e II, e Ensino Médio, cada candidato teve a oportunidade de se inscrever com obras inéditas - poema e/ou uma redação – ficcional. Por ora, as inscrições estão sendo validadas quanto à documentação exigida em regulamento, para seguir até a próxima fase, que é a avaliação dos conteúdos.

Com tema livre, o concurso teve divulgação ampliada este ano, por meio de campanhas nas Redes Sociais. Tendo alcançado mais de 235 mil usuários na Rede Facebook, vídeos com mensagens de apoio a esta 3ª edição protagonizados pela cantora Margareth Menezes, pelo o ator e humorista Chapolin, o repentista Bule-Bule – que doou 150 Cordeis ao Concurso -, a baixista da banda Scambo, Tatiana Trad e sua filha, Flora Trad e do professor da Rede Pública, Anderson Shon (que ano passado foi campeão de inscrições pelo Educandário Helita Vieira, onde leciona). A ação acumulou mais de 2 mil compartilhamentos.

O ator Lázaro Ramos também apoiou o Concurso, compartilhando sua mensagem de apoio. Já na página principal do Concurso no site da Fundação, foram mais de 3 mil acessos até o fim das inscrições, no mês de agosto. Das 582 inscrições recebidas, mais de 80% vieram de Escolas, a partir da mobilização de professores e realização de Saraus de Divulgação. A Escola Técnica da Casa Pia e Colégio dos Órfãos de S. Joaquim, por exemplo, foram responsáveis por 144 inscrições.

O Concurso ganhou mais adesão no interior do estado, tendo alcançado as cidades da Região Metropolitana de Salvador, bem como os Territórios de Identidade do Vale do Jiquiriça, Chapada Diamantina, Sisal, Velho Chico, Litoral Sul, Portal do Sertão, Bacia do Rio Grande, Médio Rio de Contas, Piemonte do Paraguaçu, Sertão do S. Francisco, Irecê, Recôncavo, Costa do Descobrimento e Baixo Sul.

Seleção – O processo de avaliação é realizado em duas etapas: a primeira, de caráter eliminatório, consiste na conferência do material recebido e do atendimento às exigências formais doRegulamentoa segunda etapa, de caráter classificatório, consistirá na avaliação de mérito, feita por comissão de seleção, dos trabalhos habilitados na primeira etapa.  

Ainda segundo as regras do Concurso, a avaliação será realizada por duas comissões: Comissão de Habilitação - composta por três servidores indicados pela Diretoria do Livro e Leitura/FPC -, e a Comissão de Seleção composta por três membros, notórios conhecedores do Livro e da Leitura, indicados também pela Diretoria. Serão selecionados 30 Poemas e 30 Redações, classificadas em ordem decrescente de pontos.

A lista com a relação dos trabalhos habilitados na primeira etapa da seleção será publicada no Diário Oficial do Estado da Bahia, divulgada neste site e afixada na sede da Fundação Pedro Calmon e bibliotecas públicas do Estado, em até 30 dias corridos, a contar da data de encerramento das inscrições – 16 de agosto.


Por Redação GN | Fonte: Assessoria de Comunicação - SecultBA
Compartilhe no G+

Editor Chefe: GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do Portal GN; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor da mensagem.

0 comentários: