Ex-segurança de Arlindo Cruz quer R$ 100 mil de indenização

Arlindo Cruz está sendo processado por um ex-segurança que pede R$ 100 mil de indenização por direitos trabalhistas.  Ocimar de Souza Barbosa afirma que trabalhou para o sambista entre 2011 e 2014 sem carteira assinada.

Segundo o jornal "O Dia", o rapaz prestava serviço para a Lado A, Lado B Produções Artísticas Ltda - que pertence ao cantor. Além de não ter seu fundo de garantia depositado, Barbosa nunca recebeu 13º salário e nenhum valor referente às férias.

A primeira audiência foi realizada no último dia 16 de agosto. Na ocasião, o juiz Bruno Andrade de Macedo reconheceu o vínculo empregatício do ex-segurança.

Arlindo, por sua vez, ignorou solenemente a Justiçã. Não compareceu ao tribunal e não enviou nenhum representante de sua empresa para tentar resolver o problema.

 Por Redação GN | Fonte: Famosidades
Compartilhe no G+

Editor Chefe: GN OnLine

Os comentários não representam a opinião do Portal GN; a responsabilidade é única e exclusivamente do autor da mensagem.

0 comentários: